Quarta-feira, 30 de Abril de 2008

Para ter um bom dia...

Comece o dia fazendo uma limpeza

Varra do seu coração:

a tristeza, a angústia, a aflição,

Varra da sua vida:

a inveja, a maledicência, o mexerico

Varra do seu corpo:

a preguiça, o tédio, os maus pensamentos

Varra do seu caminho:

o mau olhado, o mau agoiro, o mau pressentimento

Deixe fluir a alegria da sua alma

trabalhe o seu corpo para o bem

Agradeça pelo seu trabalho

e acima de tudo comece o seu dia

com FELICIDADE no coração

Pois, novos horizontes se aproximam

novas alegrias irão chegar e o seu

coração estará pronto para

receber tudo isso.

sinto-me:
música: We Break The Down - Michelle Williams

Sexta-feira, 25 de Abril de 2008

34 anos do 25 de Abril

música: Can I Go Now - Jennifer Love-Hewitt

Quinta-feira, 24 de Abril de 2008

E Depois do Adeus - Paulo Carvalho

Quis saber quem sou
O que faço aqui
Quem me abandonou
De quem me esqueci
Perguntei por mim
Quis saber de nós
Mas o mar
Não me traz
Tua voz.

Em silêncio, amor
Em tristeza e fim
Eu te sinto, em flor
Eu te sofro, em mim
Eu te lembro, assim
Partir é morrer
Como amar
É ganhar
E perder

Tu vieste em flor
Eu te desfolhei
Tu te deste em amor
Eu nada te dei
Em teu corpo, amor
Eu adormeci
Morri nele
E ao morrer
Renasci

E depois do amor
E depois de nós
O dizer adeus
O ficarmos sós
Teu lugar a mais
Tua ausência em mim
Tua paz
Que perdi
Minha dor que aprendi
De novo vieste em flor
Te desfolhei...

E depois do amor
E depois de nós
O adeus
O ficarmos sós


 

Nota: Esta bonita canção com uma belíssima letra, serviu de senha de início da revolução de 25 de Abril de 1974

 

música: E Depois do Adeus - Paulo Carvalho

Quarta-feira, 23 de Abril de 2008

This Time - Melanie C

I've been practicing all day
Now the words I meant to say are gone
I promised that I wouldn't cry
Told myself I had to try and hold on
The truth, I lied
I hate myself inside
And why
I played the game and paid the price
I never look back
I never cry never try to wonder why
I'll be on my own
And never doubt, never shout or wonder how
I'll never be lonely until
This time, this time, this time
This time I will
I've been wide awake all night
There's no sign of sleep inside my mind
The headlight shadows scan my wall
I convince myself you'll call in time
The truth, I lied
The girl in me has died
And why
I played the game and paid the price
I never look back...
This time I will be yours completely
This time I'll make sure you don't hate me
This time I know, this time I can and this time I will
I never look back...
I've been practicing all day
Now the words I meant to say are gone.


sinto-me:
música: This Time - Melanie C

Segunda-feira, 21 de Abril de 2008

Dá cá uma raiva!

Quando te vêem deitado, de olhos fechados, na tua cama, com a luz apagada e te perguntam:
- Estás a dormir?
- Não! Estou a treinar para morrer!

Quando a gente leva um electrodoméstico para a reparação e o técnico pergunta:
- Está avariado?
- Não!... É que ele estava cansado de estar em casa e eu trouxe-o para passear.

Quando está a chover e percebem que vais sair à chuva, perguntam:
- Vais sair com esta chuva???
- Não, vou sair com a próxima...

Quando acabaste de te levantar e vem um idiota (sempre) e pergunta:
- Já acordaste?
- Não. Sou sonâmbulo!

O teu amigo liga para tua casa e pergunta:
- Onde estás?
- No Pólo Norte! Um furacão trouxe a minha casa para cá!

Acabas de tomar banho e alguém pergunta:
- Tomaste banho?
- Não!... Está a chover no WC!!!!!

João comprou um par de sapatos novos e chega a casa:
 - Maria o que achas?
 - Acho de quê?
 - Não notas nada de diferente?
 - Não...
 João vai à casa de banho, tira a roupa toda e volta apenas com os sapatos
 novos calçados.
 - E agora? Já notas alguma coisa diferente?
 - Não, o 'coiso' continua pendurado para baixo, assim como estava
 ontem e como estará amanhã!
 - E SABES PORQUE É QUE ELE ESTÁ PENDURADO PARA BAIXO?
 - Porquê?
 - Porque ele está a olhar para os meus sapatos novos!
 - Hum... podias ter comprado um chapéu ..

Três pretos vão à praia pela primeira vez.
Diz o primeiro: eh ... tanta água!
Diz o segundo: eh .. tanta areia!
Diz o terceiro:  Ai...Ai  Vamos embora antes que apareça o
cimento...

 O único sítio no mundo onde os carros andam na frente dos bois
.... é nos super-mercados!

Um homem todo contente à porta da maternidade por a mulher ter
dado à luz 5 gémeos, diz:
- Tenho cá um canhão!
Responde o médico:
- Veja lá se o limpa, porque saíram todos pretos.
 


Domingo, 20 de Abril de 2008

O dia em que eu nasci...


O dia em que eu nasci, moura e pereça,
não o queira jamais o tempo dar,
não torne mais ao mundo, e, se tornar,
eclipse nesse passo o sol padeça.

A luz lhe falte, o sol se [lhe] escureça,
mostre o mundo sinais de se acabar,
nasçam-lhe monstros, sangue chova o ar,
a mãe ao próprio filho não conheça.

As pessoas pasmadas, de ignorantes,
as lágrimas no rosto, a cor perdida,
cuidem que o mundo já se destruiu.

Ó gente temerosa, não te espantes,
que este dia deitou ao mundo a vida
mais desgraçada que jamais se viu!
Luís de Camões
sinto-me: Faço anos!

Sexta-feira, 18 de Abril de 2008

Dia Mundial dos Monumentos e Sítios

 

Palácio da Pena

 

 

Torre dos Clérigos

 

 

Castelo de Almourol

 

 

Castelo de Guimarães

 

 

Castelo de Óbidos

 

 

Torre de Belém

 

 

Monumento em Honra dos Descobrimentos

 

 

Mosteiro dos Jerónimos

 

 

Mosteiro de Alcobaça

 

 

Mosteiro da Batalha

 

Bom Jesus

 

 


Quinta-feira, 17 de Abril de 2008

Palavras que ferem

 

Daqueles cujo domínio próprio não controla
São como bisturi, ferem a aorta contundente.
Provocam grandes terramotos, vítimas fatais
Corações destroem, intrinsecamente.

 

Armas potentes, machucam, ferem
Envenenadas de puro rancor, deixam feridas.
Golpes premeditados duramente
Fazem sangrar, quando friamente proferidas. 

 

Quem as usa, tem consciência do mal feito.
Geralmente das regras e limites é conhecedor
Porem um prazer mórbido é sentido
Vendo no alvo do ódio, do sangue o sabor.

 

Ironicamente, não se dão conta os desatentos. 
Os mesmos lábios que profetizam mansidão
Pregam o amor, falam de paz e harmonia.
Deixam marcas indeléveis, destroem coração. 

 

Ousam citar de Deus o nome, fria realidade.
E incapazes de perceber espontaneamente
O tronco que lhes atravessa o olho, e os cega.
Apontam o cisco, no olhar do semelhante.

 

Talvez, em nome de uma vingança infundada.
Quem sabe o coração ferido, seja o argumento.
E para pisar, esmagar e ferir brutalmente. 
Só esperam por uma brecha, um momento.

 

Quantos defeitos soterrados veríamos.
Pudéssemos a alma, em estado bruto sondar,
E remexendo escombros reconheceríamos.
Que apenas Deus tem poder para julgar.

 

Talvez , com nossos defeitos aparentes.
Pegaríamos à mão a esperar estendida.
E mesmo quando feridos e machucados
Entoaríamos apenas palavras de vida. 

 

Autoria: Gloria Salles

sinto-me:

Segunda-feira, 14 de Abril de 2008

Um dia de cada vez - Gutto

Mais um dia que se foi, 
Ás vezes a vida dói,
Como diz o mano Ac isto não mata mas mói, 
Apetece-me gritar, 
Preciso libertar 
A má vibração 
Tenho a sensação que me está a consumir,
Sinto um aperto no peito
Quero falar mas não deito,
O que sinto cá pra fora
E começo a entrar em stress
Não posso desistir isto é mesmo assim,
Vamos até ao fim, até onde aguentar

Refrão 
Levo um dia de cada vez 
E vivo a vida sem me arrepender
Aproveito o que de bom encontro que é mau aceito e tento esquecer

E se algum dia eu cair eu não me vou deixar,
Eu vou-me levantar, porque eu fui feito pra vencer
E mesmo quando penso em fugir da realidade com um copo ou dois
Ou mesmo três, vejo que não vale a pena não
Isso não me tira a sensação de estar perdido
E não saber pra onde eu vou

Refrão 2x 
Levo um dia de cada vez 
E vivo a vida sem me arrepender
Aproveito o que de bom encontro que é mau aceito e tento esquecer

A vida é mesmo assim
E faz sentido assim
Num momento feliz no outro já estás a chorar
Maus momentos trazem sempre algo de bom
Só tens de descobrir um dia de cada vez

A vida é mesmo assim
E faz sentido assim
Num momento feliz no outro já estás a chorar
Maus momentos trazem sempre algo de bom
Só tens de descobrir um dia de cada vez

Refrão 2x
Levo um dia de cada vez 
E vivo a vida sem me arrepender
Aproveito o que de bom encontro que é mau aceito e tento esquecer
sinto-me:
música: Um dia de cada vez - Gutto

Quinta-feira, 10 de Abril de 2008

Kit de sobrevivência para o dia-a-dia

 

Vara de pescar

 

Para nos lembrarmos de pescar as boas qualidades dos outros;

 

 

Elástico

 

Para nos lembrarmos de sermos flexíveis:

as coisas nem sempre correm da maneira que nós queremos, mas no final dão certo;

 

 

Penso

 

Para nos lembrarmos de curar de sentimentos magoados; nossos ou de outros;

 

 

Lápis

Para nos lembrarmos de escrever as bênçãos e favores que recebos todos os dias;

Chicletes

Para nos lembrarmos de que se esticarmos, podemos realizar qualquer coisa;

Apagador

Para nos lembrarmos que todos erramos e tudo bem;

 

Cofre

 

Para nos lembrarmos de que nós valemos uma fortuna para a nossa família e amigos;

 

Chá

 

Para nos lembrarmos de relaxar diariamente e repassar a nossa lista de bênçãos;

 

Baton

 

Para lembrarmos de que todos precisam de um beijo e de um abraço diariamente.

Fonte. Templo dos Sonhos

sinto-me:
música: In My Arms - Kylie Minogue

.mais sobre esta alma


. ver perfil

. seguir perfil

. 43 seguidores

.pesquisar

 

.Dezembro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

23
24
25
26
27
28

29
30
31


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.sonetos recentes

. ...

. Mais um ano se passou!..

. Como superar uma amizade ...

. I'm a misunderstood littl...

. Já que 10-10-10 é dia de ...

. Informações básicas

. Blog encerrado para féria...

. Apontamentos

. Novidadesinhas...

. Excesso de Disciplina - F...

.armário dos sonetos

. Dezembro 2013

. Setembro 2013

. Junho 2012

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

.tags

. todas as tags

.favoritos

. Uma outra paragem

. NÃO ...

. Penteados em tempo de aul...

. Quem escreveu isto é um g...

. Amor vândalo

. O IDIOTA E A MOEDA

. Respostas Reais

. Historia de Portugal em p...

. Dia do nosso Nascimento

. Conversa entre Ministros

.outros luares

.Campanhas Lunares

lays by verdinha lays by verdinha lays by verdinha

lays by verdinha
lays by verdinha lays by verdinha
SAPO Blogs

.subscrever feeds