Terça-feira, 18 de Maio de 2010

Lara Fabian - La différence

Foi com alegria e, até, algum descrédito que ontem ouvi o Presidente da República a declarar a promulgação do casamento homossexual.

Fiquei mesmo contente com esta conquista, Portugal deu um grande passo para a igualdade de Direitos!

Deixo-vos aqui com uma linda música de Lara Fabian, intitulada de «La Diférence» que fala exactamente da falta de diferença que há entre os casais heterossexuais e os casais homossexuais. Espero que faça reflectir e que mude mentalidades mais conservadoras, pois o amor é lindo de todas as maneiras! Quando se ama alguém, ama-se a pessoa e não o sexo dela!

 

Fiquem então com a linda música da cantora belga. Resolvi colocar a tradução, pois achei que era importante se perceber o que diz na música.

 

 

 

 

A diferença
Aquela que perturba
Uma preferência, um estado da alma
Uma circunstancia

Um corpo-a-corpo
Em desacordo com as pessoas, bem pensando...
Os hábitos comuns...

Suas peles jamais temerão as diferenças
Elas se reconhecem, se tocam
Assim como estes dois homens que dançam

Sem nunca falar
Sem nunca gritar
Eles se amam em silêncio
Sem nunca mentir, nem se voltar contra ninguém
Eles se tornam confidentes
Se vocês soubessem como eles não estão nem aí para suas injúrias
Eles preferem o amor
Sobretudo a verdade
do que nossos murmurios

Eles falam sempre
sobre as outras pessoas
que se amam tanto
que se amam, como chamamos, "normalmente"
Desta criança tão ausente
Deste mal que está no sangue
Que fere e mata... tão livremente

Seus olhos jamais se afastarão por negligencia
Eles apenas se reconhecem, e se familiarizam
Assim como estas duas mulheres, que dançam...

Sem nunca falar
Sem nunca gritar
Elas se amam em silêncio
Sem nunca mentir, nem se voltar contra ninguém
Elas se tornam confidentes
Se vocês soubessem como eles não estão nem aí para suas injúrias
Eles preferem o amor
Sobretudo a verdade
do que nossos murmurios

De Verlaine à Raimbaud
Quando paramos pra pensar...
Nos toleramos esta excepcional diferença!

Sem nunca falar
Sem nunca gritar
Eles se amam em silêncio
Sem nunca mentir, nem se voltar contra ninguém
Eles se tornam confidentes
Se vocês soubessem como eles não estão nem aí para suas injúrias
Eles preferem o amor
Sobretudo a verdade
do que nossos murmurios

A diferença...
Quando paramos pra pensar...
Qual a diferença?

sinto-me: cansada
música: La Différence - Lara Fabian

Quarta-feira, 9 de Dezembro de 2009

O que se não deve e o que se deve fazer se o seu/sua filho/a for homossexual

A saída do armário dos filhos é recebida com choque, apreensão e, muitas vezes, com revolta por parte dos pais. O terapeuta familiar Pedro Frazão, 33 anos, é autor de um estudo sobre este tema. Saiba quais são as principais recomendações deste especialista 

 

Manual: quando o seu filho lhe diz que é gay 

 

O meu filho é gay

 

O QUE NÃO DEVE FAZER:

 

*Transmitir ao adolescente/jovem adulto de que se trata apenas de uma fase e que com o tempo vai voltar a ser heterossexual, desvalorizando todo o trabalho de preparação que o jovem fez para partilhar com os pais o que sentia 

*Criar um pacto de silêncio sobre as questões relacionadas com os afectos e sexualidade dos jovens

*Criar um clima de confrontação e hostilidade que faça o adolescente/jovem adulto sentir-se ainda mais isolado do que já se sentia antes do coming out ("sair do armário")

*Fazer ameaças de que ou o adolescente muda a sua orientação sexual ou é afastado da família ou expulso de casa

*Proibir o adolescente ou jovem adulto de se encontrar com os seus amigos ou namorados(as) que muitas vezes são apontados pelos pais mais intolerantes como responsáveis pela situação

*Fazer formulações culpabilizantes de que os filhos são gays ou lésbicas porque os pais falharam ou porque a orientação sexual dos filhos resulta de experiências infantis (ex: a mãe estava demasiado próxima e o pai era distante)

*Fazer comentários homofóbicos e que ridicularizam pessoas gays ou lésbicas

*Procurar psiquiatras e psicólogos com o objectivo de mudar a orientação sexual dos filhos

 

 

O QUE DEVE FAZER:

 

*Criar um contexto seguro para que o adolescente ou o jovem adulto fale abertamente sobre os seus sentimentos 

*Assumir que, à semelhança do que foi vivido pelos filhos, os pais também necessitam de tempo para se adaptar à nova realidade

*Procurar informação especializada sobre questões relacionadas com a orientação sexual 

*Se necessário, procurar um profissional de saúde mental especializado em questões de sexualidade

*Conhecer gays e lésbicas que lhe possam assegurar que uma orientação sexual minoritária não é um problema e que lhe mostrem que essas pessoas podem ter vidas completas como homens e mulheres a todos os níveis

*Procurar outros pais que têm filhos gays e lésbicas e que viveram situações semelhantes.

 

Resolvi colocar este post que vi na Visão Online, porque não só por ter gostado dele por ser verdadeiros e fácil de entender, mas também, porque este tipo de questões necessitam de ser informadas. Ainda para mais, com a ideia do PS de em Portugal poder vir realizar-se casamentos entre pessoas do mesmo sexo.

 

sinto-me:
música: Meet Me Halfway - Black Eyed Peas

Sexta-feira, 22 de Maio de 2009

Mensagem para todos os homofóbicos

música: Fuck You - Lily Allen

Segunda-feira, 20 de Abril de 2009

Faço anos hoje!!!

Hoje faço 18 anos (sim, já atingi a maioridade) já vou poder namorar com pessoas mais velhas, já posso tirar a carta, votar e ver os vídeos marotos do Youtube! looooool

 

Então vou colocar-vos aqui uma música da Janis Ian (uma das minhas artistas preferidas) chamada "At Seventeen" em memória dos meus 17 anos que já se foram...

E porquê esta música? Porque é exactamente esta a lição que aprendi nos meus 17 anos. Digamos que é o tema dos 17 anos, a minha filosofia de vida.

 

Esperem que gostem tanto como eu gosto!

 

 

I learned the truth at seventeen,
That love was meant for beauty queens.
In high school, girls with clear-skin smiles,
Who married young and then retired.

The valentines I never knew.
The Friday night charades of youth,
Were spent on one more beautiful.
At seventeen I learned the truth.

And those of us with ravaged faces,
Lacking in the social graces,
Desperately remained at home,
Inventing lovers on the phone.
Who called to say come dance with me.
And murmured vague obscenities.
It isn't all it seems,
At seventeen.

A brown-eyed girl in hand-me-downs.
Whose name I never could pronounce,
Said, "Pity, please, the ones who serve,
They only get what they deserve."

And the rich-relationed, hometown queen,
Marries into what she needs.
With a guarantee of company,
And haven for the elderly.

Remember those who win the game,
Lose the love they sought to gain.
In debentures of quality,
And dubious integrity.
The small-town eyes will gape at you,
In dull surprise, when payment due,
Exceeds accounts received.
At seventeen.

To those of us who knew the pain,
Of valentines that never came.
And those whose names were never called,
When choosing sides for basketball.

It was long ago and far away,
The world was younger than today.
And dreams were all they gave for free,
To ugly-duckling girls like me.

We all play the game and when we dare,
To cheat ourselves at solitaire.
Inventing lovers on the phone,
Repenting other lives unknown,
That call and say, come dance with me,
An' murmur vague obscenities,
At ugly girls like me,
At seventeen. 

 

 

P.S Espero que a lição dos 18 seja bem melhor que a dos 17!
 

 

sinto-me: bem
música: At Seventeen - Janis Ian

Terça-feira, 17 de Março de 2009

Andava a lua nos céus

Fiquem agora com este lindo poema de António Botto. 
Faz hoje 50 anos que este poeta morreu e como não podia 
deixar de ser, faço-lhe aqui uma pequena homenagem:




Andava a lua nos céus
Com o seu bando de estrelas

Na minha alcova
Ardiam velas
Em candelabros de bronze

Pelo chão em desalinho
Os veludos pareciam
Ondas de sangue e ondas de vinho

Ele, olhava-me cismando;
E eu,
Plácidamente, fumava,
Vendo a lua branca e nua
Que pelos céus caminhava.

Aproximou-se; e em delírio
Procurou avidamente
E avidamente beijou
A minha boca de cravo
Que a beijar se recusou.

Arrastou-me para ele,
E encostado ao meu hombro
Falou-me de um pagem loiro
Que morrera de saudade
À beira-mar, a cantar...

Olhei o céu!

Agora, a lua, fugia,
Entre nuvens que tornavam
A linda noite sombria.

Deram-se as bocas num beijo,
Um beijo nervoso e lento...
O homem cede ao desejo
Como a nuvem cede ao vento

Vinha longe a madrugada.

Por fim,
Largando esse corpo
Que adormecera cansado
E que eu beijara, loucamente,
Sem sentir,
Bebia vinho, perdidamente
Bebia vinha..., até cair.



António Botto
Aves de Um Parque Real
As Canções de António Botto
Editorial Presença
1999
sinto-me: stressada devido aos estudos
música: Breathless - Shayne Ward

Terça-feira, 24 de Fevereiro de 2009

Os discursos mais bonitos da gala de entrega dos Oscares 2009

Discurso de Dustin Lance Black (argumentista do filme Milk):

 

"But most of all, if Harvey had not been taken from us 30 years ago, I think he would want me to say to all of the gay and lesbian kids out there tonight who have been told that they are less than by their churches or by the government or by their families, that you are beautiful, wonderful creatures of value, and that no matter what anyone tells you God does love you and that very soon I promise you, you will have equal rights federally across this great nation of ours".

 

 

 

Já para não falar que Sean Penn esteve igualmente fantástico:

sinto-me: festeira
música: Samba de Janeiro - Bellini

Segunda-feira, 19 de Janeiro de 2009

Hipocrisia ou demagogia?

 

Parece que se fez luz na penumbra de José Sócrates! Deu-lhe agora na telha que agora é a altura ideal para legalizar o casamento homossexual!...

E eu pergunto-me: "E quando houve aquela votação em Outubro para o legalizar e ele proibiu de votar sim, dormiu com os pés fora da cama?"

Bem... de Outubro para Janeiro é uma grande diferença!... Digamos de 3 meses!!!

Será que em 3 meses, o número de homofóbicos diminuiu? Hum... Não me parece!!!

Sempre que vejo debates sobre a homossexualidade, 99,99 % dos comentários são homofóbicos! O que só prova que os portugueses sofrem de uma cegueira total, devido ao preconceito anormal que lhes incutiram desde putos.

E os fundamentos desta "raça" (homofóbicos) são sempre os mesmos: a homossexualidade é contra-natura, é contra Deus, não há reprodução, é feia, é nojenta e coisas deste tipo. Enfim... comentários de gente ignorante...

Acho muito bem que as pessoas que se amam se devam casar, se assim bem o entenderem. Para já, na Constituição Portuguesa (a mãe de todas as leis) diz que qualquer indivíduo tem direito a casar-se e a constituir a sua família e num outro artigo afirma-se que não se pode descriminar as pessoas pela sua orientação sexual.

Então (é só juntar as premissas e chega-se logo a esta conclusão): Proibir as uniões homossexuais é INCONSTITUCIONAL. Por outras palavras: é CRIME!

Por isso, é de louvar esta atitude de José Sócrates (embora seja uma promeça eleitoral e praticamente impossível de concretizar).

Por isso, se a minoria quiser fazer a força, tem simplesmente de se unir, mostrar argumentos convincentes e lutar de cabeça erguida pelos seus direitos.

Ser-se homossexual não é doença (como provam os estudos clínicos) e não é uma escolha (só um otário escolheria ser gay, pois não é nada fácil e os heteros têm a papinha toda feita, ou seja, seria um masoquista parolo) e pura e simplesmente querem ser felizes ao lado da pessoa de quem amam e serem respeitados. (Custa muito)?

Quem quer respeito, tem de respeitar. Por isso, meus "amigos" homofóbicos não se espantem de os homossexuais não vos respeitarem, porque é muito BEM FEITO!!!

 

Sejam felizes independentemente da vossa orientação sexual!

Quanto ao JS, ele é um hipócrita e um demagogo...

sinto-me:
música: Demagogia - Lena D'Água

Quarta-feira, 5 de Novembro de 2008

I Have a Dream - Martin Luther King

 

 

Quem é que não se lembra do tão famoso discurso de Martin Luther King Jr. no dia 28 de Agosto de 1963 nos degraus do Lincoln Memorial em Washington DC?

Nesse tão famoso discurso "I Have a Dream", Martin Luther King (pastor evangélico da Igreja Baptista e defensor dos direitos civis das mulheres e dos negros) apelava-se à necessidade de união e coexistência harmoniosa entre negros e brancos no futuro.

 

 
«I Have a dream», foi considerado o melhor discurso da História do século XX.

Para muitos, este discurso eloquente e emocionante não passava de uma mera utopia (mesmo tendo imensos apoiantes), pelo menos naquele tempo. Tanto, que Martin foi considerado uma ameaça à sociedade e acabou por ser assassinado, pouco tempo depois de ter recebido o Prémio Nobel da Paz em 1964.

Mas é com grande agrado que hoje posso afirmar que o sonho pelo qual Martin Luther King tanto lutou, deu um enorme passo na sua concretização. Pois, BARACK OBAMA É O NOVO PRESIDENTE DOS EUA!!!

As eleições decorridas ontem, foram as eleições mais polémicas e as mais participativas da História, com 138 milhões de norte-americanos a correrem às urnas.

Pela primeira vez, um negro conseguiu ocupar o mais prestigioso cargo de política dos EUA, país extremamente racista.

Muita euforia se deu, aquando da vitória de Obama com grandes manifestações de apoiantes efusivos, esperançosos de que tudo poderá mudar com esta eleição.

Já para não falar dos africanos, que choraram de alegria e de orgulho.

Esta vitória, há muito que era implorada por todo o mundo. Era mais que lógico que Obama teria de ganhar, pois o Universo não dorme e sabe que esse era o grande sonho de muita gente, e por isso mesmo, o concretizou.

Confesso que fui uma das apoiantes de Obama e desejei muito que ganhasse. Só espero que ele não nos desiluda a todos. Mas tenho quase a certeza que não.

Só tenho medo que ele não tenha tempo de aquecer a cadeira, pois os EUA é um país muito racista e tudo pode acontecer. Basta pensar no Martin...

Mas deixemos de pessimismos. Esta eleição é sem dúvida um grande marco para a História da Humanidade e um passo GIGANTE para a igualdade e para o fim do racismo.

É mesmo caso para dizer que se Martin Luther King estivesse vivo, estaria neste momento a chorar de alegria e a gritar bem alto, ainda incrédulo: "O meu maior sonho concretizou-se! Viva a América! Viva o nosso grande Deus!" (em inglês, claro) rsrsrsrs

 

P.S Estava aqui toda contente quando vejo que os casamentos entre pessoas do mesmo sexo na California, voltaram a ser ilegais. Mas que treta! Em vez de marcharmos para a igualdade, estamos a retroceder.

É caso para dizer que hoje foi um grande passo para acabar com o racismo, mas um passo atrás para acabar com a homofobia. É sempre assim: era demasiada coisa boa para um só dia.

 

 

sinto-me:

Quinta-feira, 9 de Outubro de 2008

Apartheid Urbano

música: Day By Day - Blister

Segunda-feira, 6 de Outubro de 2008

Água Discriminada

Só espero que no dia 10 de Outubro,se chegue a um acordo positivo, mas com o governo que temos e com estas mentalidades tão mesquinhas, não me parece...
sinto-me:
música: This Time - Melanie C

.mais sobre esta alma


. ver perfil

. seguir perfil

. 43 seguidores

.pesquisar

 

.Dezembro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

23
24
25
26
27
28

29
30
31


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.sonetos recentes

. Lara Fabian - La différen...

. O que se não deve e o que...

. Mensagem para todos os ho...

. Faço anos hoje!!!

. Andava a lua nos céus

. Os discursos mais bonitos...

. Hipocrisia ou demagogia?

. I Have a Dream - Martin L...

. Apartheid Urbano

. Água Discriminada

.armário dos sonetos

. Dezembro 2013

. Setembro 2013

. Junho 2012

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

.tags

. todas as tags

.favoritos

. Uma outra paragem

. NÃO ...

. Penteados em tempo de aul...

. Quem escreveu isto é um g...

. Amor vândalo

. O IDIOTA E A MOEDA

. Respostas Reais

. Historia de Portugal em p...

. Dia do nosso Nascimento

. Conversa entre Ministros

.outros luares

.Campanhas Lunares

lays by verdinha lays by verdinha lays by verdinha

lays by verdinha
lays by verdinha lays by verdinha
SAPO Blogs

.subscrever feeds