Domingo, 15 de Setembro de 2013

Mais um ano se passou!..

 

[Janis Ian]

... E já fiz o primeiro ano de Mestrado em Ciências da Comunicação com média de 15, 75 valores! {#emotions_dlg.happy} Agora só falta decidir o tema para a minha dissertação e isso não está nada fácil! Até já pensei em desistir, mas também não empregos na minha área!... Mas como ficarei muito tempo sem fazer nada estou a pensar em voluntariar-me para trabalhar na biblioteca municipal, pois adoro livros. A ver se me aceitam...

 

Em relação às tais amizades anteriores, não há novos desenvolvimentos. Continuámos ex-amigas e continuaremos a sê-lo, e ainda bem, porque eu posso tê-las desiludido, mas elas também me desiludiram, e muito. Descobri que não eram tão minhas amigas assim e que já se queriam ver livres de mim há muito tempo e aproveitaram para acabar tudo e colocar as culpas todas em mim para eu me definhar com os remorsos. Mas não interessa, pois, apesar de ainda não ter superado essa perda e essa desilusão, reencontrei-me com uma amiga dos tempos de adolescência e com ela fiz novas amizades! {#emotions_dlg.default}E foi graças a elas que fui pela primeira vez na minha vida, aos 22 anos, a um festival de música, onde acampei e tudo! E graças a elas também saio mais vezes de casa! Enfim, amizades boas, espero não perdê-las também...  {#emotions_dlg.sidemouth} Mas as tais 'amizades' ensinaram-me certas coisas, erros, que não devo cometer. Pelo menos aprendi algo precioso para a minha vida. Pode até parecer estranho uma pessoa da minha idade não saber certas coisas tão 'óbvias' em relação à amizade, mas eu só comecei verdadeiramente a conviver com seres humanos por volta dos meus 19 anos, por isso ainda sou muito 'verdinha' no que toca à interacção entre seres humanos...

 

Nas minhas férias fui ter com a minha família. E os meus laços com os meus primos estreitaram-se de uma forma que nunca tinha ocorrido antes! Éramos tão distantes devido às nossas diferenças de idades e por causa do meu temperamento 'anti-social'... Mas eu mudei um pouco, mas mudei! Comecei a cuidar mais da minha imagem, a ser mais vaidosa, comecei a ver-me como uma mulher bonita, ao invés da imagem de rapariga feia que tinha de mim até então! Mas ainda não estou satisfeita, principalmente com o meu corpo... Quero emagrecer, e por isso comecei a fazer exercício físico - com muito esforço e frete - pois detesto exercício físico, {#emotions_dlg.tongue} e também já marquei uma consulta com o nutricionista.

Quero sentir-me ainda mais bonita e isso passa por um corpo mais magro e torneado, mas tudo de forma saudável, pois prezo demais a minha saúde e o meu bem-estar! Contudo, os meus problemas com a ansiedade e com a depressão mantêm-se... E às vezes dou por mim a querer desistir de tudo, mas há uma voz dentro de mim que me diz para enxugar as lágrimas e erguer-me. Mas por vezes o medo e o sofrimento falam mais alto... {#emotions_dlg.sad} Tudo muito complicado!... Tenho uma vida de sorte, mas esta depressão não me deixa curti-la e isso faz-me sofrer. Tenho tanto medo de ser assim para o resto da minha vida, mas tanto, tanto! Tenho medo de que a depressão me vença e que eu perca a batalha...

Mas espero que novos dias virão com mais brilho, brilho esse que me permita ver a saída deste abismo onde me encontro... {#emotions_dlg.sol}

 

 

Em baixo, coloco uma música do Boss Ac com a Mariza que fala sobre a depressão. Sempre que a ouço não consigo evitar as lágrimas...

 

 

sinto-me:
música: Ao pé de mim (vem repousar) - Quinta do Bill

Terça-feira, 18 de Maio de 2010

Lara Fabian - La différence

Foi com alegria e, até, algum descrédito que ontem ouvi o Presidente da República a declarar a promulgação do casamento homossexual.

Fiquei mesmo contente com esta conquista, Portugal deu um grande passo para a igualdade de Direitos!

Deixo-vos aqui com uma linda música de Lara Fabian, intitulada de «La Diférence» que fala exactamente da falta de diferença que há entre os casais heterossexuais e os casais homossexuais. Espero que faça reflectir e que mude mentalidades mais conservadoras, pois o amor é lindo de todas as maneiras! Quando se ama alguém, ama-se a pessoa e não o sexo dela!

 

Fiquem então com a linda música da cantora belga. Resolvi colocar a tradução, pois achei que era importante se perceber o que diz na música.

 

 

 

 

A diferença
Aquela que perturba
Uma preferência, um estado da alma
Uma circunstancia

Um corpo-a-corpo
Em desacordo com as pessoas, bem pensando...
Os hábitos comuns...

Suas peles jamais temerão as diferenças
Elas se reconhecem, se tocam
Assim como estes dois homens que dançam

Sem nunca falar
Sem nunca gritar
Eles se amam em silêncio
Sem nunca mentir, nem se voltar contra ninguém
Eles se tornam confidentes
Se vocês soubessem como eles não estão nem aí para suas injúrias
Eles preferem o amor
Sobretudo a verdade
do que nossos murmurios

Eles falam sempre
sobre as outras pessoas
que se amam tanto
que se amam, como chamamos, "normalmente"
Desta criança tão ausente
Deste mal que está no sangue
Que fere e mata... tão livremente

Seus olhos jamais se afastarão por negligencia
Eles apenas se reconhecem, e se familiarizam
Assim como estas duas mulheres, que dançam...

Sem nunca falar
Sem nunca gritar
Elas se amam em silêncio
Sem nunca mentir, nem se voltar contra ninguém
Elas se tornam confidentes
Se vocês soubessem como eles não estão nem aí para suas injúrias
Eles preferem o amor
Sobretudo a verdade
do que nossos murmurios

De Verlaine à Raimbaud
Quando paramos pra pensar...
Nos toleramos esta excepcional diferença!

Sem nunca falar
Sem nunca gritar
Eles se amam em silêncio
Sem nunca mentir, nem se voltar contra ninguém
Eles se tornam confidentes
Se vocês soubessem como eles não estão nem aí para suas injúrias
Eles preferem o amor
Sobretudo a verdade
do que nossos murmurios

A diferença...
Quando paramos pra pensar...
Qual a diferença?

sinto-me: cansada
música: La Différence - Lara Fabian

Domingo, 25 de Abril de 2010

Somos Livres - Ermelinda Duarte

 

Para comemorar o 25 de Abril de 1974, partilho convosco uma linda música de Ermelinda Duarte Somos Livres, um grande marco da geração de 70, que fala mesmo da liberdade! Espero que gostem!

 

Ontem apenas
fomos a voz sufocada
dum povo a dizer não quero;
fomos os bobos-do-rei
mastigando desespero.

Ontem apenas
fomos o povo a chorar
na sarjeta dos que, à força,
ultrajaram e venderam
esta terra, hoje nossa.

Uma gaivota voava, voava,
assas de vento,
coração de mar.
Como ela, somos livres,
somos livres de voar.

Uma papoila crescia, crescia,
grito vermelho
num campo cualquer.
Como ela somos livres,
somos livres de crescer.

Uma criança dizia, dizia
"quando for grande
não vou combater".
Como ela, somos livres,
somos livres de dizer.

Somos um povo que cerra fileiras,
parte à conquista
do pão e da paz.
Somos livres, somos livres,
não voltaremos atrás.
sinto-me:
música: Somos Livres - Ermelinda Duarte

Quinta-feira, 1 de Outubro de 2009

Sara Tavares - Vou chamar a música

Deixo-vos aqui com a belíssima música de Sara Tavares: "Vou chamar a música" de 1994. Nada mais nada menos por hoje ser o Dia Mundial da Música! Sem dúvida uma das maiores invenções humanas! :D Apreciem!
sinto-me:
música: Vou chamar a música - Sara Tavares

Sexta-feira, 22 de Maio de 2009

Mensagem para todos os homofóbicos

música: Fuck You - Lily Allen

Domingo, 26 de Abril de 2009

Grândola, Vila Morena - Zeca Afonso

 

Grândola, vila morena
Terra da fraternidade
O povo é quem mais ordena
Dentro de ti, ó cidade

Dentro de ti, ó cidade
O povo é quem mais ordena
Terra da fraternidade
Grândola, vila morena

Em cada esquina um amigo
Em cada rosto igualdade
Grândola, vila morena
Terra da fraternidade

 

Terra da fraternidade
Grândola, vila morena
Em cada rosto igualdade
O povo é quem mais ordena

À sombra duma azinheira
Que já não sabia a idade
Jurei ter por companheira
Grândola a tua vontade

Grândola a tua vontade
Jurei ter por companheira
À sombra duma azinheira
Que já não sabia a idade

 

 

Ontem chorei ao ouvir esta música! Viva o 25 de Abril de 1974!

 

sinto-me:
música: Grâncola, Vila Morena - Zeca Afonso

Segunda-feira, 20 de Abril de 2009

Faço anos hoje!!!

Hoje faço 18 anos (sim, já atingi a maioridade) já vou poder namorar com pessoas mais velhas, já posso tirar a carta, votar e ver os vídeos marotos do Youtube! looooool

 

Então vou colocar-vos aqui uma música da Janis Ian (uma das minhas artistas preferidas) chamada "At Seventeen" em memória dos meus 17 anos que já se foram...

E porquê esta música? Porque é exactamente esta a lição que aprendi nos meus 17 anos. Digamos que é o tema dos 17 anos, a minha filosofia de vida.

 

Esperem que gostem tanto como eu gosto!

 

 

I learned the truth at seventeen,
That love was meant for beauty queens.
In high school, girls with clear-skin smiles,
Who married young and then retired.

The valentines I never knew.
The Friday night charades of youth,
Were spent on one more beautiful.
At seventeen I learned the truth.

And those of us with ravaged faces,
Lacking in the social graces,
Desperately remained at home,
Inventing lovers on the phone.
Who called to say come dance with me.
And murmured vague obscenities.
It isn't all it seems,
At seventeen.

A brown-eyed girl in hand-me-downs.
Whose name I never could pronounce,
Said, "Pity, please, the ones who serve,
They only get what they deserve."

And the rich-relationed, hometown queen,
Marries into what she needs.
With a guarantee of company,
And haven for the elderly.

Remember those who win the game,
Lose the love they sought to gain.
In debentures of quality,
And dubious integrity.
The small-town eyes will gape at you,
In dull surprise, when payment due,
Exceeds accounts received.
At seventeen.

To those of us who knew the pain,
Of valentines that never came.
And those whose names were never called,
When choosing sides for basketball.

It was long ago and far away,
The world was younger than today.
And dreams were all they gave for free,
To ugly-duckling girls like me.

We all play the game and when we dare,
To cheat ourselves at solitaire.
Inventing lovers on the phone,
Repenting other lives unknown,
That call and say, come dance with me,
An' murmur vague obscenities,
At ugly girls like me,
At seventeen. 

 

 

P.S Espero que a lição dos 18 seja bem melhor que a dos 17!
 

 

sinto-me: bem
música: At Seventeen - Janis Ian

Segunda-feira, 2 de Março de 2009

Águas de Março - Tom Jobim e Elis Regina

Resolvi colocar a letra desta linda música de Tom Jobim, um marco da música popular brasileira, por estar a começar o mês de Março com chuva!

 

É pau, é pedra, é o fim do caminho
É um resto de toco, um pouco sozinho
É um caco de vidro, é a vida, é o sol
É a noite, é a morte, é um laço, é o anzol

É peroba do campo, é o nó da madeira
Caingá, candeia, é o MatitaPereira
É madeira de vento, tombo da ribanceira
É o mistério profundo, é o queira ou não queira

É o vento ventando, é o fim da ladeira

É a viga, é o vão, festa da cumeeira
É a chuva chovendo, é conversa ribeira
Das águas de março, é o fim da canseira

É o pé, é o chão, é a marcha estradeira
Passarinho na mão, pedra de atiradeira
É uma ave no céu, é uma ave no chão
É um regato, é uma fonte, é um pedaço de pão

É o fundo do poço, é o fim do caminho
No rosto o desgosto, é um pouco sozinho
É um estrepe, é um prego, é uma ponta, é um ponto
É um pingo pingando, é uma conta, é um conto

É um peixe, é um gesto, é uma prata brilhando
É a luz da manhã, é o tijolo chegando
É a lenha, é o dia, é o fim da picada
É a garrafa de cana, o estilhaço na estrada

É o projeto da casa, é o corpo na cama
É o carro enguiçado, é a lama, é a lama
É um passo, é uma ponte, é um sapo, é uma rã
É um resto de mato, na luz da manhã

São as águas de março fechando o verão
É a promessa de vida no teu coração

É uma cobra, é um pau, é João, é José
É um espinho na mão, é um corte no pé

São as águas de março fechando o verão,
É a promessa de vida no teu coração

É pau, é pedra, é o fim do caminho
É um resto de toco, é um pouco sozinho
É um passo, é uma ponte, é um sapo, é uma rã
É um belo horizonte, é uma febre terçã

São as águas de março fechando o verão
É a promessa de vida no teu coração
au, edra, im, inho
esto, oco, ouco, inho
aco, idro, ida, ol, oite, orte, aço, zol

São as águas de março fechando o verão
É a promessa de vida no teu coração.
 

sinto-me:
música: Águas de Março - Tom Jobim e Elis Regina

Sábado, 14 de Fevereiro de 2009

Secretamente - Rita Guerra

 
Passo por ti, tu nem me vês
Só mais um dia, amanhã talvez...
E fico à espera de ver em ti
O sentimento que trago dentro de mim
Mas eu só posso imaginar, o que podia ser
Se eu te pudesse abraçar, se eu te pudesse ter


 

(Refrão)


 

Secretamente, à espera de um gesto...de um sinal
Secretamente, tentando saber se dás por mim afinal
Secretamente, à procura de um toque...de um olhar
Secretamente, tentando saber se algum dia os nossos
mundos se irão cruzar...
Qual o caminho que irá dar
A esse teu mundo onde eu queria entrar?
E tantas vezes eu já sorri
Só por lembrar-me, só por pensar em ti
E eu só posso imaginar o que podia ser
Se eu te pudesse abraçar, se eu te pudesse ter


 

(Refrão)


 

Secretamente, à espera de um gesto...de um sinal
Secretamente, tentando saber se dás por mim afinal
Secretamente, à procura de um toque...de um olhar
Secretamente, tentando saber se algum dia os nossos
mundos se irão cruzar...
 
 


secretamente - rita guerra

sinto-me: não correspondida
música: Secretamente - Rita Guerra

Terça-feira, 9 de Dezembro de 2008

Phil Collins - Against All Odds

blog dos blogs do sapo lançou um desafio "Melhor canção de amor"

 

Regra do Desafio:

Elejam a vossa melhor canção de amor, num post, atribuam-lhe depois a tag "melhor canção de amor" para nós irmos espreitando.

 

A minha sugestão para melhor canção de Amor:

 

 

Para mim, a melhor canção de amor de sempre é a "Against All Ods" do Phil Collins. Intemporal, linda, perfeita, sublime...

sinto-me: apaixonada
música: Against All Ods - Phil Collins

.mais sobre esta alma


. ver perfil

. seguir perfil

. 42 seguidores

.pesquisar

 

.Dezembro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

23
24
25
26
27
28

29
30
31


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.sonetos recentes

. Mais um ano se passou!..

. Lara Fabian - La différen...

. Somos Livres - Ermelinda ...

. Sara Tavares - Vou chamar...

. Mensagem para todos os ho...

. Grândola, Vila Morena - Z...

. Faço anos hoje!!!

. Águas de Março - Tom Jobi...

. Secretamente - Rita Guerr...

. Phil Collins - Against Al...

.armário dos sonetos

. Dezembro 2013

. Setembro 2013

. Junho 2012

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

.tags

. todas as tags

.favoritos

. NÃO ...

. Penteados em tempo de aul...

. Quem escreveu isto é um g...

. Amor vândalo

. O IDIOTA E A MOEDA

. Respostas Reais

. Historia de Portugal em p...

. Dia do nosso Nascimento

. Conversa entre Ministros

.outros luares

.Campanhas Lunares

lays by verdinha lays by verdinha lays by verdinha

lays by verdinha
lays by verdinha lays by verdinha
SAPO Blogs

.subscrever feeds